Cloud Storage com Jungle Disk + Amazon S3

Já utilizo ferramentas de backup online a alguns anos, e uma das coisas que sempre me incomodou era que eu não tinha controle sobre os meus arquivos, por mais que empresas como a Mozy permitam que você mantenha seus arquivos seguros através do uso de criptografia forte, você fica preso a eles, pois fazer upload de algumas centenas de GB leva meses usando as conexões de banda larga disponíveis no Brasil atualmente.

Quando fiz o load inicial do backup da minha esposa para a Mozy usando minha conexão virtua de 12 Mbps, foram necessários 4 meses para que o primeiro backup fosse finalizado, imaginem o trauma que é migrar de solução de backup no futuro…

A alguns meses atrás eu comecei uma pesquisa para encontrar uma nova solução para proteção dos meus arquivos, uma que oferecesse uma boa relação custo beneficio e que me possibilitasse “ser de fato” o dono dos meus arquivos, depois de alguns dias acabei chegando a conclusão obvia que o ideal seria fazer uso de um software que me possibilitasse automatizar o processo de backup diretamente numa conta pessoal minha criada junto a um dos vários provedores de Cloud Storage disponíveis no mercado.

Acabei escolhendo um aplicativo chamado Jungle Disk Desktop Edition, comercializado por uma empresa de propriedade da RackSpace, o qual permite armazenar os arquivos diretamente na minha conta S3 (serviço de Cloud Storage da Amazon).

O software está disponível para Windows, Mac Os X e Linux, e possui uma versão portatil para ser levada num pendrive dando acesso aos seus arquivos de qualquer computador com acesso a internet.

Ele possibilita a realização de backup automatizados e também permite manter diretórios sincronizados entre vários computadores, ele também permite que você  “monte” um drive virtual de 1 Terabyte no seu computador possibilitando trabalhar com a sua conta Amazon S3 como se fosse um disco local.

O aplicativo trabalha com um cache local e faz as operações de sincronismo em background de forma que é possível utilizá-lo mesmo em conexões mais lentas.

Todos os arquivos hospedados remotamente são criptografados (tanto o nome quanto o conteúdo do arquivo) antes de deixar o seu computador usando o algorítimo AES 256 bits e uma chave de criptografia que você define na instalação do software (se você perder a senha de criptografia pode dizer adeus aos seus arquivos…).

Se tiver duvidas sobre a segurança do serviço de cloud storage da amazon em si, de uma olhada neste documento.

Fica aqui a dica 🙂

[]´s Edson

Comments are closed.