Quem é o culpado?

Já tem mais de 3 semanas que o serviço de cloud computing da Amazon passou por problemas e ainda vejo pessoas reclamando, e afirmando que este tipo de serviço não é confiável, isso me irrita um pouco pois estas pessoas ainda não entenderam que parte da culpa por terem ficado “fora do ar” é delas.

O conceito de cloud computing parte do principio que a redundância deixa de ser provida pelo hardware (que passa a ser commodity justamente para proporcionar o menor custo) e passa a ser responsabilidade do seu software e das suas aplicações.

Não podemos tratar um servidor na nuvem como se fosse mais um servidor num datacenter tradicional e infelizmente é isso a maioria das pessoas faz, muitas vezes até de forma inconsciente.

Se formos fazer uma analogia é como pular de paraquedas, ninguem em sã consciência pega um avião e depois de estar a 5.000 metros de altitude pula sem ter passado por um treinamento prévio, sem entender as consequências do que pode acontecer se algo der errado e principalmente sem ter um plano B no caso de um problema com o para quedas principal.

Em resumo, não migre seus serviços para uma estrutura de nuvem publica se não entender a consequência do que está fazendo, e principalmente sem estar preparado para uma pane no seu provedor de serviços, pois por mais que ele te ofereça SLA de 99.999999% , um dia ele vai falhar.

[ ]s´Edson

One Response to “Quem é o culpado?”

  1. Esse é o Brandi que eu conheço!
    abraços

    Café