Agora você já pode rodar uma VM com FreeBSD 9.0 na plataforma de Cloud da Rackspace

No ultimo dia 27 de julho a Rackspace divulgou em seu blog que sua plataforma de Cloud Computing passou a oferecer aos seus usuários  a possibilidade de usarem o FreeBSD 9.0 como sistema operacional. As configurações e os preços praticados são os mesmos das versões Linux.

Ontem eu criei uma VM com 256 Mb de memória e 10 Gb de disco para testar, e funcionou muito bem 🙂

Assim que o servidor subiu eu loguei para dar uma olhada…

Dos 256Mb de Memoria, cerca de 136 Mb estavam livres

Do disco de 10 Gb, 1 Gb foi alocado como swap e o sistema de arquivos (ZFS) tinha aproximadamente 6 Gb de espaço livre. Como sabemos a configuração default do ZFS pode ser um problema em maquinas com pouca memória, recomendo fortemente que deem uma olhada no ZFS Tunning Guide, e ajustem a configuração do mesmo para ficar compatível com a configuração da maquina virtual que você estiver usando.

A latência média no acesso a VM foi de 160 ms, sem diferenças significativas nos testes que fiz de acesso pelo backbone da Telefônica, Oi e Embratel. No teste de throughput consegui uma taxa sustentada de 30 Mbps transferindo um arquivo para um outro servidor localizado em Dallas.

Um cuidado adicional que você vai precisará tomar quando for atualizar o seu servidor é em relação ao kernel, é necessário que o suporte ao XEN esteja habilitado. Logo, você não poderá utilizar o freebsd-update para atualizar o sistema.

Para ajudar aqueles que não estão acostumados a atualizar o sistema recompilando o código fonte, eles disponibilizaram as instruções básicas de como proceder no MOTD que é exibido quando você loga no servidor.

O único serviço que vem habilitado por default é o sshd, o qual está configurado para permitir o acesso do usuário root.

A VM é liberada sem ter nenhum firewall ativo, logo antes de subir seus serviços não esqueça de habilitar este recurso (seja usando ipfw ou pf).

Por enquanto era isso que eu tinha para comentar 🙂

Boa sorte

[ ]´s Brandi

 

Comments are closed.